Traqueia: muito além de um tubo condutor de ar

Você sabia que a traqueia é um órgão muito mais complexo do que apenas um
tubo para condução de ar? Apesar de muitas vezes pensarmos neste órgão de forma
simplificada, é constituído de tecidos especializados que possuem importante função na
expulsão de micro-organismos e partículas que possam causar danos ou infecção,
evitando que cheguem até o sistema respiratório posterior.


A traqueia √© composta de an√©is de cartilagem hialina em formato de ‚Äúc‚ÄĚ
incompletos, unidos em sua por√ß√£o dorsal pelo m√ļsculo traqueal. Os an√©is s√£o
conectados pelo ligamento anular, que confere mobilidade para que o tubo n√£o se
quebre com a movimentação do pescoço, e é por meio deste ligamento que a
vascularização penetra na submucosa. A vascularização da traqueia é segmentar e
pouco calibrosa.


A mucosa traqueal consiste em um epitélio colunar pseudoestratificado com
c√©lulas de cinocilia e em c√°lice, suportado por l√Ęmina pr√≥pria contendo gl√Ęndulas
traqueais. O epit√©lio da mucosa e os ductos das gl√Ęndulas traqueais cont√™m diferentes
tipos de células tronco. O nervo laríngeo recorrente e o nervo vago são responsáveis por
suprir a inerva√ß√£o parassimp√°tica para a mucosa traqueal e m√ļsculo liso, estimulando as
secre√ß√Ķes musculares e glandulares, e a contra√ß√£o muscular.


Do ponto de vista cir√ļrgico, as caracter√≠sticas morfol√≥gicas da traqueia tornam
sua reconstrução difícil e ainda um desafio, tanto na medicina veterinária quanto em
humanos. A ressecção de grandes segmentos traqueais está associada a altas taxas de
complica√ß√Ķes p√≥s-operat√≥rias, como necrose e deisc√™ncia de sutura. Devido a sua
função, o epitélio da traqueia é muito reativo e a presença de material de sutura ou
próteses podem levar a formação de granulomas intraluminais, que por sua vez podem
gerar estenose e obstrução. O conhecimento da anatomia e fisiologia da traqueia são
essenciais para escolha adequada da técnica e dos materiais a serem empregados em
cada situação.

Leitura sugerida:

  • Brand-Saberi BEM, Schafer T (2014) Trachea: Anatomy and Physiologyc.
    Thoracic Surgery Clinics. 24:1-5;
  • Evans HE, Lahunta A (2012) Miller‚Äôs Anatomy of the dog. 4 ed., Missouri:
    Elsevier;
  • Grillo HC (2004) Tracheal replacement: a critical review. The Annals of
    Thoracic Surgery, 73 (6): 1995-2004.

Artigos relacionados

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você ainda não fez sua assinatura de Cães e Gatos?

Clique no link

E assista a uma simula√ß√£o cir√ļrgica narrada exclusiva da nossa assinatura!